Cidade do Cabo

Muizenberg.

A Cidade do Cabo é um lugar aprazível para visitar. Encanta pelas suas montanhas que contornam todo o litoral, dando um toque especial à paisagem. As montanhas dão o charme.

Embora o cenário de mar e montanha seja belo, a temperatura das águas não torna o banho de mar convidativo. São gélidas. As praias, principalmente, nesta época do ano, outono, nos convidam a uma boa espreguiçada na areia, na companhia de um bom livro. E, também, ótima pedida para passar a tarde fazendo a social com os amigos.

Primeira e segunda praias de Clifton.

As praias badaladas aqui são Clifton e Camps Bay, de fácil acesso, próximas do Centro e dos bairros de Green Point, onde está o estádio da Copa, e Sea Point, o melhor bairro oceânico da Cidade do Cabo, em termos de serviços, bares e restaurantes.

Com 20 minutos de caminhada, a partir de Sea Point, chega-se ao primeiro acesso às charmosas e aconchegantes praias de Clifton – as minhas preferidas. Clifton é dividida em 4 prainhas, cada uma com a sua tribo. A quarta praia é a da galera jovem. A terceira é mais frequentada por famílias. A segunda é do público GLS. E a primeira é a menos agitada. Clifton está entre as 10 melhores praias urbanas do mundo, segundo o ranking da revista americana Travel & Leisure.

Um pouco mais afastada está a famosa praia de Muizenberg, considerada o berço do surf na África do Sul. Passei uma tarde lá e deu para sentir um pouco da atmosfera do lugar. A areia da praia estava vazia (os poucos por ali éramos eu e meus amigos Nayara e Fábio), mas o mar repleto de surfistas.  Na areia, crianças e adultos na escolinha de surf. No mar, dezenas de surfistas, homens e mulheres, esperando para pegar a onda perfeita. Apreciar da areia os surfistas curtindo as ondas me pareceu tão plácido, que deu até vontade de entrar na escolinha também. Se eu ficasse mais tempo na Cidade do Cabo, entraria. Além da curtição, seria uma maneira mais rápida de aprender inglês. Na vida real interagindo com os locais.

Fábio.

Quem não resistiu foi o paulista Fábio. Depois de alguns minutos na areia admirando o surf, alugou roupa, prancha e caiu no mar. Ele adorou a experiência. No mar, esqueceu da vida… Quase extrapolou o tempo do aluguel. Por apenas 100 rands (25 reais), Fábio alugou todo o material, prancha e roupa, por uma hora e meia. Segundo ele, barato, comparando com os preços no Brasil.

Uma dica para as meninas brasileiras: usar biquíni sul-africano. Os biquínis brasileiros são muito pequeninos para a cultura praiana deste lado do Atlântico. Eu resisti a deixar de usar meu biquíni carioca, em nome da minha cultura. Sabe aquele sentimento de afirmação que é um misto de patriotismo e orgulho? Lá no fundinho, querendo tirar uma certa onda de “sou carioca”, ” sou mulher brasileira!” (risos). Insisti em usar meu biquíni por três vezes. Até que cansei de os meus glúteos serem o centro das atenções (risos). Quando me levantava da canga e tentava caminhar na areia da praia, acabava não caminhando. Voltava correndo para o meu pedaço de areia. Joguei a toalha e comprei um biquíni sul-africano (biquíni de gringa), que cobre quase todo o bumbum. Quer saber?! Adorei! Virei local. Ótimo para ser aceita nas rodinhas na praia. Além disso, meus glúteos puderam caminhar livremente (risos), ir e vir para onde bem entendessem (risos), sem ser o foco dos olhares!  E, o melhor de tudo, valoriza a silhueta feminina e ainda esconde as celulites! Perfeito! Quando voltar para o Brasil, acho que vou lançar um manifesto: “Abaixo a solicitude das nádegas brasileiras!” (muitos muitos risos).

Muizenberg. Cabanas onde os surfistas guardam roupas e pranchas.

Pôr do sol da badalada praia de Camps Bay.

O pôr-do-sol na Cidade do Cabo é um espetáculo à parte.

Um dos meus programas preferidos é caminhar no calçadão no fim de tarde para contemplar o sol se pondo no mar.

As cores são tão vivas. O sol parece em chamas.

Uma perfeita bola de fogo vermelho-alaranjada serenando no mar…

De qualquer ponto da orla da cidade, o sol em chamas presenteia os capetonianos com sua onipresença singular.

Onde estudar inglês: http://www.ecenglish.com/school-locations/learn-english-in-cape-town

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: