A hora da serenidade

Viajei dois anos sabáticos em busca de mim mesma e do mundo seguindo a direção dos ventos, “going with the flow”. Estamos sempre buscando nosso equilíbrio interior. Mas o desejo de passar a vida a limpo se tornou mais intenso com a experiência de sincronicidade no Caminho de Santiago de Compostela. Peregrinos me permitiram me enxergar e olhar para dentro. Ali tudo começou. A roda da vida me pegou e tive de partir… Antes, fui conhecer minhas raízes portuguesas em Cumieira, Vila Real, região do Douro. Depois parti… Foram dois anos com um desejo no coração e a ideia de um destino: África e Índia. África para resgatar minhas raízes. Minha bisavó Maria era afro-brasileira. A Índia para trabalhar minha espiritualidade. Lancei-me no mundo sem planos, sem direções, apenas uma vaga ideia de destinos sem saber o que iria encontrar e o desejo enorme de me autoconhecer e encontrar. Fui de coração aberto, sem medos, autoconfiante.

Recebi o carinho da África. Em especial, das crianças e adultos de Langa Township na Cidade do Cabo, na África do Sul. Desenvolvi um projeto social de inclusão visual com fotografia para que as crianças se retratassem de uma forma positiva sem julgamentos ou preconceitos. Em toda África fui muito bem recebida. Os africanos me chamavam de “sister”. De coração aberto, tudo flui. As pessoas sentem sua vibração e são receptivas.

Na Índia, encontrei a sabedoria do Osho e de Dalai Lama, que está refugiado no Himalaia. Descobri a bondade, o amor e a compaixão pelos outros. Meditar para viver no presente e livre das angústias e sofrimentos. Foram grandes aprendizados.

Voltei para casa refeita. Ainda passei alguns percalços no encontro com o velho mundo que me cercava. O meu entorno não havia mudado. As pessoas continuavam com os velhos hábitos e pensamentos, mas eu havia me transformado. Houve um choque. Passada a tempestade após alguns anos. Veio a hora da serenidade e paz interior e exterior.

Hoje levo uma vida contemplativa no coração da serra em Teresópolis, com o coração sereno e aberto para as vicissitudes da vida. Namastê ❤️

Pôr do sol em Moçambique 🇲🇿

11 comentários em “A hora da serenidade

  1. Muito lindo o texto! Um grande resumo dessa busca de si mesmo.
    Esse momento que você vive é uma inspiração para muitos.
    Contemplo cada passagem do seu interior, que no meu ver é riquíssimo.
    Um dia perfeito para uma notícia boa.
    Você transforma, você faz acontecer.

  2. Michelle, mais amadurecida e focada, curta essa sua nova fase de vida com paz no coração ❤️. Viajar é maravilhoso mas melhor lugar no mundo é sempre no seu doce lar, junto com familiares e amigos.

    • Obrigada querida Yuki!! Sempre quis morar em Teresópolis. Consegui. Agora no Centro Excursionista Teresopolitano vou explorar novos ares no seio de casa. Mas quero continuar viajando. Agora com o coração sereno!

  3. Esse texto é muito verdadeiro e cheio de emoção.
    Adorei ler seu depoimento e perceber como a clareza e o amor estão presentes em seu interior .
    Amo vc muito.

  4. Acredito que guarda muitas coisas lindas, muitas experiências fantásticas em seu coração. Belos lugares, culturas maravilhosas… com certeza Vale muito a pena. É isso aí!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: